OKOLONFÉ AQUELES QUE VEM AO BLOG VITOR DE UMBARÁ

SEJAM BEM VINDOS AO BLOG



sábado, 21 de julho de 2012

ADURAS SÃO AS REZAS DOS ORIXÁS

Reza de Obá

ÀDÙRÀ TI ÒBÀ

Òbà mo pe o o
Òbà mo pe o o
Sare wa je mi o
Òbà ojowu aya xangô sare
Wa gbo adura wa o
Eni n wa owò. Ki o fun ni owò
Eni n wa ammo. Ki o fun ni omo
Eni n wa àlafià. Ki o fun ni àlafià
Sare wa je mi o.


Òbà eu te chamo
Òbà eu te chamo
Venha logo me atender
Òbà, mulher ciumenta esposa se Xangô, venha correndo.
Ouvir a nossa súplica
A quem quer dinheiro, dá dinheiro
A quem quer filhos, dá filhos.
A quem quer saúde, dá saúde
Venha logo me atender.



Reza de Omolú

ÀDÚRÀ TI OMOLÚ

Omolú igbòná igbóná zue
Omolú igbòná igbòná zue
Eko omo vodum maceto
Eko omo vodum na je
Ijòni le o Nàná
Ijòni le o Nàná ki mayò
Nàná ki mayò ki n a lode
Felèfèlè mi igba nfo, ajunsun wale
Meré-meré e no ile isin
Meré-meré e no ile isin
Ensinbe meré-meré osú Iàyò
Ensinbe meré-meré osú làyò
Oba alà tun sue obi osùn
Oba alà tun sue obi osùn
Iya lòni
Otù, àkòba, bi iyà, hùkó, kàká, beto
Orun zue so ran ale so ran
Bara atun zue obi osùn


Omolú, Senhor da Quentura
Sempre febril produz saúde
Educa o filho Vodun Maceto
Vodun educa o filho castigando
Naná ele é capaz de provocar queimaduras
Ele é capaz de provocar queimaduras. Nanã, e se enche de alegria
Nanã ele se enche de alegria do lado de fora
És capaz de fazer definhar em vida. Ajunsun, até secar
Habilmente ele enche a nossa casa de escravos
Habilmente ele enche a nossa casa de escravos
Primeiramente o erguemos habilmente osù que cobre a terra
Primeiramente o erguemos habilmente osù que cobre a terra
Rei que nasceu como o sol. Pai do Vermelho
Rei que nasceu como o sol. Pai do Vermelho
Neste dia
Doença, infermidade, sofrimento, tosse, dificuldades, aflição
Suplico-lhe diariamente. Pai  do Vermelho
Rei do corpo suplico-lhe rastejando
Rei do corpo suplico-lhe diretamente. Pai do Vermelho



Reza de Xangô

ÀDÚRÀ TI XANGÔ

Oba ìrù I' òkó Oba ìrú I' òkó
Yámasé kun kò wà ira òje
( Aganju/ Ogodo/ Afonjà ) Ko mà nje lekan
Arà I' òkó Iáàyà
Tobi fori òrisà
Oba sorun alá alàgba òje
Oba sorun alà alàgba òje


O rei lançou uma pedra.
O rei lançou uma pedra.
Iyámasse cavou ao pé de uma grande árvore e encontrou
( Aganju/ Ogodo/ Afonjá ) vai brilhar, então, mais uma vez como trovão
Lançou uma pedra com força ( coragem )
O Grande Orixá do orum ( terra dos ancestrais ) vigia.
Rei que conversa no céu e que possui a honra dos Òje.
Rei que conversa no céu e que possui a honra dos Òje



Reza de Oxalá

ÀDÚRÀ TI ÒÒSÀÀLÁ

Bàbá esà rè wa
Ewa agba awo a sare wa
A je àgutan
A sare wa ewa agba awo
Iba Òrisà yin agba òginyòn


Pai dos Ancestrais. Venha nos trazer boa sorte
Belo ancião do mistério, venha depressa
Comedor de ovelha
Venha depressa belo ancião do mistério
Saudações Orixá escute-me ancião comedor de inhame pilado.


Reza de Oxum

ÀDÚRÀ TI ÒSÚN

E nji tenú ma mi o
Tenú màmà ya
Ìyá Ibeji di Lógun Àyaba omi ro
Ìbeji kòri ko jo
Àyaba ma pákútá màlà ge sá
Iya mi yèyè ( Òsogbo/ Ipondá/ Opara/ Kare )


Vós que gentomente me dá muitos presentes
Calmamente sem aflição
Mãe dos gêmeos que vem a ser mãe de Lógun,
Rainha das águas pingando
Os gêmeos adornam vários K'òrì sem queimar
rainha me faz guisado em pequenas panelas
deslumbrantemente corta com espada
Me encaminha mamãe querida de ( Òsogbo/ Ipondá/ Opara/ Kare )



Reza de Oxóssi

ÀDÚRÀ TI ODE

Pa kó tòrí san gbo didè, ( nja in pa igbó )
Ode aróle o
Aróle o oni sa gbo olówo
Ode aróle o nkú lode


Fisga. mata e arrasta ferozmente sua presa,
( o cão morto na floresta )
Ele é o caçador herdeiro
Hoje o herdeiro exibe sua riqueza
Ele é o caçador herdeiro que tem o poder
de atrair a caça para a morte.



Reza de Ossain

ÀDÚRÀ TI ÒSÓNYÌN

Meré-meré Òsónyìn ewè o e jìn
Meré-meré Òsónyìn ewè o e jìn
Meré-meré ewè o e jìn ngbe non
Meré-meré ewè o e jìn ngbe non
E jìn meré-meré Òsóyìn wa le


Habilmente Òsónyìn as folhas vós destes
Habilmente Òsónyìn as folhas vós destes
Habilmente as folhas vós destes secas no caminho
Habilmente as folhas vós destes secas no caminho
Vós destes habilmente Òsónyìn a nós a magia


Reza de Iansã/Oyá

ÀDÚRÀ TI OYÁ

E ma odò, e ma odò
Lagbó lagbó méje
O dundun a soro
Balè hey


Eu vou ao rio, eu vou ao rio
Do seu modo encontrado nos arbustos reparte em sete
Vós que fala através do Dundun
Tocando o solo te saúdo



Reza de Yemonja

ÀDÚRÀ TI YEMONJA

Yemonja gbé rere ku e sìngbà
Gbà ni a gbè wí
To bo sínú odò yin
Òrìsà ògìnyón gbà ní odò yin.


Yemanjá, traz boa sorte repentinamente retribuindo.
Receba-nos e proteja-nos em vosso rio.
Cultuamo-vos suficientemente em vosso rio.
Orixá comedor de inhames novos, receba-nos em vosso rio.




Reza de Oxumaré

ÀDÚRÀ TI ÒSÙMÀRÈ

Òsùmàrè e sé wa dé òjò
Àwa gbè ló sìngbà opè wa
Ekun òjò wa
Dájú e òjò odò
Dájú e òjò odò s'àwa
Asè


Òsùmàrè é quem nos traz a chuva
Nós a recebemos e retribuimos agradecidos
É o bastante a chuva para nós
Certamente vossa chuva é o rio
Certamente vossa chuva é o rio, para nós.
Axé



Reza de Orunmilá

ÀDÚRÀ TI ÒRÚNMÌLÀ

Òrúnmìlà Ajànà
Ifá Olókun
A sòrò dayò
Eléri ìpín
Okìtìbírì ti npa ojó ikú dà
Òrúnmìlà jíre Lóni.


Òrúnmìlà  Ajànà
Ifá Okókun

Que faz o sofrimento tornar-se alegria
O testemunho do destino
O poderoso que protela o dia da morte
Òrúnmìlà você acordou bem hoje?



Reza de Exú

ÀDÚRÀ TI ÈSÚ

Ajúbà Bàrà-Legbà
Olóde
Èsù-Lonà
Bàrà dage burúkú
Lànà Bárà
Jelù Làlúpo
Èsù_Bàrà


Respeitamos Bará, dono do chicote
Dos campos
Exú no caminho
Bará que corta o mal abre os caminhos
Bará mensageiro do tambor
Abre senhor do dendê
Exu-Bará



Reza de Ogun

ÀDÚRÀ TI ÒGÚN

Ògún dà lé ko
Eni adé ran
Ògún dà lé ko
Eni adé ran
Ògún to wa do
Eni adé ran
Ògún to wa do
Eni adé ran
Asè


Ògún constrói casa sozinho
A mando do Rei
Ògún constrói casa sozinho
A mando do Rei
Basta Ògún, nas instalações de nosso vilarejo
A mando do Rei
Basta Ògún, na instalação de nosso vilarejo
A mando do Rei
Axé



Reza de Nanã

ÀDÚRÀ TI NÀNÁ

E kò odò, e kò odò fó
E kò odò, e kò odò fó
E kò odò, e kò odò fó
E kò odò, e kò odò fó
Kò odò, kò odò, kò odò e
Dura dura ní kò gbèngbè
Mawun awun a ti jò n
Saluba Nana, saluba Nàná, saluba.
Saluba Nana, saluba Nàná, saluba.


Encontro-lhe no rio, encontro-lhe no leito do rio
Encontro-lhe no rio, encontro-lhe no leito do rio
Encontro-lhe no rio, encontro-lhe no leito do rio
Encontro-lhe no rio, encontro-lhe no leito do rio
Encontro no rio, encontro no rio, encontro no rio
Esforçando-me para não afundar na travessia do grande rio
Lentamente como uma tartaruga trancada suplicando perdão
Pantaneira Nàná
Pantaneira Nàná


ÀDÚRÀ (Rezas)

O Candomblé é uma das mais belas e originais manifestações de espiritualidade, com um vasto e riquíssimo naipe de nuances, com personalidade, feição e expressão próprias, traduzidas em linguagem também própria e variada.
A nossa religião é eminentemente de transmissão oral, e apesar disso, conseguimos preservar ao longo do tempo grande parte dos seus rituais, cânticos e liturgia.
A língua oficial nas Nações Kétu, Ègbá, Ifón e Ìjèsà, é o Yorubá, que apesar disso é também muito utilizada nos cultos de origem Angola e Jeje, oriundos de países e culturas diferentes. Algumas pessoas, infelizmente poucas, conseguem ainda hoje manter a tradição falada em Yorubá e têm um domínio e conhecimento perfeito do idioma, mas a maioria dos seguidores do Candomblé apenas o faz de forma empírica e mecânica, limitando-se a repetir o que foi dito e decorando o essencial.
Torna-se portanto muito importante nos nossos dias fazer um esforço no sentido de recuperar o Yorubá, divulgar, ensinar e traduzir, para que não seja perdido e sobretudo para que seja entendido tudo aquilo que é dito e transmitido na nossa tradição.
É através dela que se conversa com os Òrìsàs – a tradição Oral – e é também através dela que se expressam os Orins (cânticos), Àdúrà (rezas), Ofos (encantamentos) e Oríkìs (louvações).

8 comentários:

  1. Meu velho sua benção,será que o senhor tem um CD ou Fita cassete,para que possamos adiquirir,um abraço e muito axé.

    ResponderExcluir
  2. Irmão mutumbá ; então, gostaria de saber se existe dvds explicativos.

    ResponderExcluir
  3. muito bom , consegui um cd contendo esses aduras e outros que ainda nao achei as letras mas obrigado por contribuir com a religião ! asé

    ResponderExcluir
  4. obrigado pelas traduções das aduras pois rezava muito errado e agora compreendo o certo.

    ResponderExcluir
  5. eu meu nome MARLUCIA MAE RAFAELA GOSTEI DAS ORAÇÕES DO ORIXAS SE TEVER MAS GOSTARIA DE RE CEBER DE LOGUN EDÉ SE PODE MANADAR GOSTARIA RECEBER CURTI ISSO




    ResponderExcluir
  6. eu meu nome MARLUCIA MAE RAFAELA GOSTEI DAS ORAÇÕES DO ORIXAS SE TEVER MAS GOSTARIA DE RE CEBER DE LOGUN EDÉ SE PODE MANADAR GOSTARIA RECEBER CURTI ISSO




    ResponderExcluir